terça-feira, fevereiro 13, 2007

49. SOPA DE PEDRA

Escolhe-se um grupo de emigrantes que reúna ucranianos, cabo-verdianos, angolanos, brasileiros, e o mais que vier à rede, de preferência sem estarem legalizados, e coloca-se-lhe nas mãos berbequins industriais, perfuradoras, martelos pneumáticos e outros instrumentos capazes de provocar destruição maciça.
Acerta-se um relógio despertador para as nove em ponto (da manhã, claro!) e programa-se o bando para entrar em acção na fracção de segundo exacta em que o despertador começar a tocar.
Entrega-se na mão desses energúmenos um apartamento de tamanho XL, de preferência. Deve escolher-se um que tenha por baixo inquilinos, sobretudo se trabalharem em casa e se optarem pelo sossego da noite para o fazer.
Dá-se ordens para não deixarem pedra sobre pedra.

Depois espera-se (duas, três semanas costuma ser o suficiente) para que uma das ditas, de cimento e de tamanho bastante razoável, caia pela chaminé do andar de baixo e vá estatelar-se dentro da panela da sopa.
Há mais receitas de Sopa de Pedra, mas esta é de eficácia garantida e tem o efeito seguro de provocar no inquilino do referido andar de baixo uma reacção de violência grau Zidane.

Vantagem: satisfaz-se o gosto de alguma clientela fiel deste blog.

6 comentários:

S. disse...

Amei tudo!
De uma ponta a outra do blog.
Obrigada m.!

S. disse...

Do post...era o que queria dizer.


(mas do blog tb , claro!)
És linda...etc...

Ouriço disse...

Bem, isso dos vizinhos tem que se lhe diga. Tenho a sorte de os ter de qualidade notável....

M disse...

eu não me queixo dos vizinhos, que nem existem. Queixo-me é do senhorio nos seus esforços para preparar a casa para arranjar os vizinhos.

s. 'brigada!

Ana Paula disse...

Bom...Finalmente tenho oportunidade de ver uma foto magnífica do Zidane! Uau. E é mesmo nesta expressão de fúria que ele fica melhor!
De extremo bom gosto e um prazer para os olhos de quem costuma visitar o seu blog. :)
A.P.

M disse...

É o fado... a gente gosta deles em fúria e depois queixa-se das cabeçadas!