segunda-feira, abril 16, 2007

89. para sempre

Foto de M.E.C. (Seia, Serra da Estrela, 1974)

Uma língua é o lugar donde se vê o Mundo e em que se traçam os limites do nosso pensar e sentir. Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto. Por isso a voz do mar foi a da nossa inquietação.
Vergílio Ferreira

8 comentários:

Ana Paula disse...

Muito bonito... Também me é impossível imaginar a vida sem o mar... :)
A.P.

Bandida disse...

o que eu gosto deste homem!!!!!!!!

beijossssssss pelo que me fazes relembrar...



B.
________________________

alice disse...

uma das mais belas citações da língua portuguesa, passe a expressão, dado ser esta a homenageada no poema de virgílio ferreira. adorei, m. um grande beijinho.

isabel mendes ferreira disse...

para sempre!

_____________







... ...

M disse...

O mar e o Vergílio Ferreira são duas das coisas sem as quais a minha alma ficaria com um intolerável espaço vazio. Daí o partilhar convosco. Daí o ficar feliz por gostarem.

Ana Paula disse...

M., esqueci-me de comentar que acho a fotografia esplêndida! :)

isabel victor disse...

B*
+
B de Beleza

Lis disse...

Curiosamente, acabei de fechar um manual escolar esmagando essas mesmas palavras de V.Ferreira...

O mar tem destas coisas.
Bom blog.