sábado, fevereiro 21, 2009

PALMIRA É UMA OVELHA MUITO COMILONA

.

A Palmira tem um grave problema de obesidade. Nada que não se resolva com bom senso e uma ajuda dos amigos, que são aquelas pessoas... bom, aquelas criaturas que estão presentes e atentas exactamente naqueles momentos em que mais precisamos delas.
O texto é de Elizabeth Perestrelo e as imagens do João Concha. O livro é encantador e tem toda a razão de ser nesta época em que tanto se fala no problema da obesidade infantil.
Palmira, a Ovelha Comilona é um livro que tem o enorme mérito de ser suficientemente simples e claro para ser compreendido pelos mais pequenos, mas ao mesmo tempo de ser suficientemente fixe para agradar aos mais crescidinhos. É que Palmira, a Ovelha Comilona fala de coisas muito importantes na vida de todos nós e fala com palavras de todos os dias e sem falsos moralismos.
Quanto ao trabalho do João Concha, creio que basta olhar para a Palmira para ficarmos rendidos. Incondicionalmente.
Um presente que vem mesmo a calhar para as meninas e meninos que são demasiado amigos de pipocas, batatas fritas, chocolates, hamburgers e que trocam uma boa brincadeira ao ar livre por doses indigestas de playstation e televisão.
.

7 comentários:

Vasco Matos disse...

É a Palmira e eu, a comermos demais :)

intruso disse...

:)))


Obrigado Eduarda!


A Palmira agradece também...
e garante que já come menos doces e raramente fast-food!
;)


um grande beijo
João

Bandida disse...

a Palmira é linda!!!!!!

Maria Eduarda Colares disse...

Ó Vasco, o menino tenha lá cuidado, não seja lambão! Olha o que aconteceu à Palmira!
Beijos

Maria Eduarda Colares disse...

Parabéns, João. Adorei a Palmira. Mas devo avisar-te que me pareceu avistá-la ontem no Mac Donald...
Beijos

Linda e pestanuda, Bandida! Ouvi dizer que a nova edição da Apoplexia está um requinte!
Beijos

Anónimo disse...

Que fixe tê-la achado «fixe».

Obrigada pelas palavras.

Elisabeth Perestrelo

Anónimo disse...

porque palmira? que raio de nome