quarta-feira, agosto 13, 2008

FOI VOCÊ QUE PEDIU?...

1
Chama-se Ricardo José e tem um blog, onde publicou este post. Que eu agradeço. Embora ele não me conheça nem saiba quem eu sou.

Encurtando caminho, transcrevo o que o Ricardo José diz:

"O anúncio não é novo, mas só há pouco soube que quem o realizou foi um amigo meu e colega de curso, o Fred Oliveira.Fazer parte da produção dum filme publicitário da Porto Ferreira, que mantém o mesmo slogan das nossas primeiras memórias de espectador, é fazer assim um bocadinho parte da cultura popular portuguesa."

Não tenho por hábito, quer por feitio, quer por prática profissional, pôr-me em bicos de pés e gritar "fui eu que fiz!". Mas quando vejo alguém referir um slogan que faz parte das suas "primeiras memórias de espectador" e incluí-lo na "cultura popular portuguesa", não resisto! É que fui eu que pedi um Porto Ferreira. Normalmente, o trabalho de criação publicitária pertence a uma dupla, ou mesmo a uma equipa. Quando corre bem, ganhamos todos, quando corre mal, levamos todos na cabeça. Pelo menos dantes era assim. Mas este é dos poucos casos da minha longa carreira de criativa publicitária em que digo "fui eu que fiz" e, desculpem a imodéstia, nestes momentos sinto-me orgulhosa!

Aqui fica o filme, este feito pelo Fred Oliveira, muitos anos depois do primeiro, realizado por uma outra equipa, com outros meios, outros recursos, mas afinal, não tão diferente assim...

E obrigada ao Lauro António, que me fez chegar esta boa notícia, a de que entrei definitivamente para a "cultura popular portuguesa".


10 comentários:

Arion disse...

Tu, a mim, nunca me enganaste! ;) Que engraçado! (Quero com isto dizer que não me surpreende que tenhas sido tu a fazer o slogan...) Agora vê lá é se contas mais! Beijo!

n©n disse...

;-)

Helder Magalhaes disse...

"FOI VOCÊ QUE FEZ?..."?


... estava a brincar...

Por acaso já sabia e felicito-a pelo sucesso!
Cheguei a ler na net uma entrevista que deu para uma revista ou jornal onde falava desta publicidade e daquela da menina para o dia do pai ...
Já agora, essa menina da publicidade também não estava a fazer playback, pois não?!?!
Isto ultimamente tem dado que falar...

Beijinhos!

Helder Magalhaes disse...

A propósito...
Peço desculpa pela pergunta mas estava cá a cismar numa coisa...

Esta publicidade do Porto Ferreira eu sei que é do meu tempo e lembro-me bem dela!
Mas a do dia do pai de que ano é? Eu acho que nunca a vi mas o slogan não me é nada estranho...
Só por mera curiosidade minha e nada mais.

obrigado e beijos.

M.Mec disse...

Obrigada, Helder. É verdade, foi uma coisa que saiu uma vez no Público a propósito de liberdade (ou não) de linguagem na pub.
O Porto Ferreira nasceu por volta do início dos anos 70, não sei, 72, talvez e nunca mais deixou de andar por aí.
O anúncio da menina era do Pão de Açúcar (creio que é hoje o Pingo Doce), que foi a primeira cadeia de supermercados a aparecer em Portugal e este anúncio que referes foi apenas um anúncio de imprensa, que saiu uma vez, por ocasião de um dia do pai. Tal como hoje, os supermercados tinham campanhas sazonais e variavam muito de assinaturas. Este deve ter sido mais ou menos da mesma época do outro.
Beijinhos

M.Mec disse...

obrigada, arion. Também nunca te quis enganar! Estimo-te demais para isso.
Beijo.

M.Mec disse...

obrigada, non. kiss.

Helder Magalhaes disse...

Ahh... então já percebo!
De facto, o da Porto Ferreira nunca mais parou e daí já fazer parte das nossas vidas!
Quanto ao da menima (que, sendo assim, nunca vi) tenho pena que tenha sido só de imprensa... gostei da irrevenrência (ou será que não tinha nada de irreverente?!)

beijinhos e obrigado.
do,
Helder.

Ana Paula disse...

Adorei saber! Um slogan que ficará para sempre na nossa memória cultural!

Parabéns, Mec.! Muitos parabéns mesmo. É um slogan genial!

Beijinhos :)

M.Mec disse...

obrigada, ana paula. Às vezes saem bem... outras nem por isso! E nunca se descobre a receita.
beijinhos