segunda-feira, janeiro 21, 2008

POR ONDE ANDO?


Pois em fim de semana de M pequeno - e porque a tradição ainda é o que era: no Zoo de Lisboa. Num sábado luminoso e deslumbrante em que o ar parecia ter sido limpo com um daqueles produtos especiais para dar cabo de gorduras entranhadas (ainda me hão-de explicar como é que isso funciona, porque a minha balança não se comove), de manchas antigas, e etcs (que como se sabe são difíceis).

Está bonito, o Jardim. Com espaços mais dignos para os animais - que, se não fizerem esquecer o cativeiro, pelo menos suavizam -, a aproximar-se um pouco do habitat natural, dando uma sensação de um certo desafogo, em contraste com as velhas jaulas.

O "Roseiral" estava fechado para obras de manutenção. Mas aposto que já não servem chá em chávenas de porcelana inglesa às florinhas nem fatias de bolo inglês alinhadas num tabuleiro de madeira e cobertas com um naperon bordado (ai ASAE, ASAE!!!).
espaço


A tradição ainda é o que era, eu é que já não (nem os flamingos).

4 comentários:

intruso disse...

:)

uma visita ao zoo?! imaginário longínquo...

(apetecer ser pequeno outra vez.....)


bjs

MEColares disse...

pois é, meu amigo! a alice, de novo, como vês, desta vez com flamingos e tudo.
bjs

intruso disse...

(...é mesmo, do outro lado do espelho Alice encontrou os flamingos e fez-se fotografar!)

:)

Ana Paula disse...

Os bilhetes também estão giros! E reparei que agora se chama "Jardim Zoológico e de Aclimação"!
Bjs :)